Assembleias de «Irmãos» em Portugal

Página Principal – Apresentação

O Que é o Irmãos.NET

Irmãos.NETBem-Vindo(a)! Você está no portal informativo referente aos cristãos conhecidos por "Assembleias de Irmãos" ou "Casa de Oração", em Portugal.

Este sítio foi criado no ano de 2000 para fornecer informação referente aos cristãos, crentes no Senhor Jesus Cristo, que têm por única regra de fé, doutrina e prática, a Bíblia Sagrada. Cremos que o Senhor Jesus não foi apenas um grande Humanista, Mestre ou Profeta. Ele é Deus. Mas humilhou-se e tornando-se homem, viveu sem qualquer pecado e entregou-se voluntariamente à morte, na cruz do Calvário, enquanto única forma de expiação e remição dos pecados de todos os seres humanos.

Mas não ficou no sepulcro. Ao terceiro dia ressuscitou e, após ter convivido com os discípulos, tendo falado e sido visto por mais de quinhentas pessoas, ascendeu ao Céu, onde actualmente está, sentado à direita de Deus-Pai. Por isso, todo aquele que nEle crer, será salvo, isto é, tem a vida eterna (Bíblia, São João 5:24 e 3:16). A todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no Seu Nome (São João 1:12). É exactamente a estes que assim crêem, que a Bíblia chama de cristãos ou irmãos.

Os «Irmãos» São Uma Religião ou Denominação?

Não, de forma alguma! Embora sejam conhecidos por "evangélicos" (por crerem e anunciarem o evangelho do Senhor Jesus Cristo), congregando-se em Assembleias ou Congregações locais que são conhecidas por "Igrejas Evangélicas de Irmãos" ou "Casa de Oração", tal designação é meramente indicadora.

Na verdade, embora nos chamem de "Irmãos", rejeitamos que tal nos seja imputado como categoria ou classificação religiosa ou denominacional.

Lemos na Bíblia que os cristãos, no século I, estavam juntos (At 2:41-47) e naquele tempo não havia denominações, nem havia necessidade delas, pois todos estavam juntos. Em cada localidade, eram conhecidos por discípulos, santos, irmãos ou cristãos, precisamente porque procuravam estar em conunhão e reuniam-se regularmente. A única distinção entre as Igrejas do I século era unicamente geográfica. Lemos na Bíblia, por exemplo, da Igreja de Deus que "estava em Corinto" (I Co 1:2), "dos tessalonicenses" (da cidade de Tessalónica, I Ts 1:1) e ainda de outras "igrejas" (congregações locais), que eram conhecidas pela toponímia da localidade em que estavam implantadas (cfr. as sete igrejas do Apocalipse, capítulos 2 e 3).

Por esta razão não aceitamos uma denominação para nos distinguir de outros cristãos. Cremos que o modelo bíblico ainda é válido. Aceitar uma denominação é um desvio daquele modelo. Somos, portanto, de acordo com o preceito bíblico, irmãos unidos na fé e no testemunho do Senhor Jesus Cristo, tendo por única regra de fé e de prática, a Bíblia Sagrada, rejeitando a existência de quaisquer ordenações clericais humanas que, ao abrigo da tradição ou de preceitos humanos, tenham autoridade para interferir na fé que uma vez foi dada aos que crêem, pelo Senhor Jesus Cristo, pelos apóstolos e pela Palavra de Deus.

Como irmãos, não há ninguém superior ou inferior, sendo todos iguais perante o Senhor Jesus Cristo, segundo a Bíblia Sagrada, cujos preceitos devem ser observados, não como um ritual ou uma obrigação vinculística, mas na alegria de O servir com a liberdade com que Cristo nos libertou.

O Administrador «Irmãos.NET»

Destaques

Perguntas Sobre o Futuro
Ligações

Ficha Técnica

Objecto — Visa-se com este sítio o engrandecimento e divulgação da Pessoa e da Obra do Senhor Jesus Cristo, para a formação e edificação espiritual. O sítio não está ao serviço específico de qualquer pessoa ou organização. O trabalho e os conteúdos são disponibilizados gratuitamente.

Este sítio não pertence a qualquer organização religiosa ou eclesiástica. Não tem fins lucrativos e não recebe patrocínios ou publicidade.

Nomes de Domínio

Este sítio pode ser acedido usando o seguinte nome de domínio: irmaos.net

Copyrights

Autoriza-se e incentiva-se a divulgação dos estudos e artigos publicados, desde que a sua fonte seja citada. Os estudos assinados são de responsabilidade individual.

Foi obtida a autorização prévia dos autores ou editores relativamente a artigos e estudos cuja fonte são as publicações expressamente designadas.

Todos os textos podem ser gravados, copiados e publicados, desde que se observem as seguintes condições:

  1. Seja mencionada a fonte;
  2. Seja tal facto comunicado ao Administrador deste sítio;
  3. A publicação em outros sítios na Internet está sujeita a autorização prévia;
  4. Quando algum dos textos seja publicado em revistas periódicas, deve ser enviada uma cópia em formato digital da(s) páginas(s) respectivas ou um exemplar impresso para o endereço postal que deve ser solicitado ao Administrador.

Contactos