Assembleias de «Irmãos» em Portugal

Estudos Bíblicos

O Silêncio da Mulher na Igreja

A vontade de Deus para os seus servos com relação à obediência é bem clara na frase do apóstolo em I Coríntios 11:2: "retende os preceitos como vo-los entreguei". Embora não se trate do silêncio da mulher neste texto, o procedimento é claro. Deus deu a Sua ordem e nós entendemos que o homem é o cabeça da mulher. A liderança no lar é dele, não da mulher. Não por questão de superioridade ou inferioridade, mas por uma questão de posição.

Vejamos I Timóteo 2:13-14. Adão foi formado primeiro e não foi enganado. Seria muito triste se as mulheres cristãs desistissem de considerar o lar como centro de suas atividades, no zelo, no cuidado dos filhos e na hospitalidade, fugindo para outras áreas.

Não é de se admirar que entre alguns grupos de cristãos é recebido com naturalidade que a mulher tome o lugar dos homens, mas a Bíblia não dá esta faculdade, antes ensina que elas estejam caladas e sujeitas. Não lhes é permitido ensinar. A rebelião a este preceito mostra muitas vezes o grau de sua espiritualidade. Elas não devem almejar a posição que as Escrituras dão ao homem.

Mulher Lendo a BíbliaA Bíblia vai além; nas reuniões públicas da igreja não lhes é permitido ensinar, pregar ou dirigir a congregação a Deus pela oração. I Coríntios afirma ser isto indecente para elas. Reconhecemos, porém, que nem sempre a mulher é a única culpada nisto. Às vezes os próprios irmãos são cúmplices por se omitirem no ensinamento destes princípios.

Outros, por despreparo ou inexperiência costumam deixar a palavra franca à congregação, possibilitando a manifestação dos que se rebelam. A liberdade tratada em II Co 3:17 não dá direitos às irmãs de desobedecerem as Escrituras. Afinal o Espírito não se contradiz. Dou graças a Deus pelas publicações que circulam entre nós que se esforçam em transmitir estas verdades, levando muitos a reconhecerem esta ordem divina.

O ensino a respeito do silêncio da mulher na igreja é tão claro que basta transcrevê-lo: "É indecente que as mulheres falem na igreja e não lhes é permitido ensinar". Não queremos boicotar as irmãs. Elas podem ajudar tremendamente a igreja ao ensinar as mais jovens a amarem seus maridos e a serem boas donas de casa. Podem contribuir na visitação e no ministério com as crianças. Elas serão úteis para a igreja, sem ferir os princípios bíblicos.

Jabes Lopes de Sousa

"In Amados" | Publicado com Autorização

» Secção Estudos «