Assembleias de «Irmãos» em Portugal

História do Movimento de «Irmãos»

1.4. A Origem do Movimento – Datas Mais Relevantes

A JUVENTUDE DOS PIONEIROS

(...) O Movimento de "Irmãos" foi encabeçado por pessoas jovens. Foi algo revolucionário para os frios padrões daquela época na qual os cultos eram sem vida e formais. Os líderes denominacionais os acusaram de intrometidos e de hereges. "O procedimento dos Irmãos, permitir e encorajar vários membros da congregação a participarem publicamente, atraiu imediatamente pessoas para ver esta nova forma de culto na igreja. A corajosa abolição da distinção clero/leigo excitou pessoas em toda parte. Nessas novas assembléias os homens podiam praticar o sacerdócio dos crentes" (Family Matters).

Contudo, esta "inovação" não foi motivada pela rebeldia ou pela simples vontade de mudar as coisas. Ela foi motivada pelo profundo e sério estudo da Palavra de Deus. Eram pessoas comprometidas com Deus que experimentaram um avivamento bíblico que "contagiou" a muitos milhares de pessoas. "Quase todos os primeiros líderes dos Irmãos tinham trinta anos de idade ou menos quando começaram praticar os princípios do Novo Testamento: Anthony Norris Groves (30), J.G. Bellett (30), J. N. Darby (26), Senhora Theodosia Powerscourt (30's), Francis Hutchinson (27), Lord Congleton (25), B. W. Newton (25), Henry Craik (27), George Müller (27), Robert C. Chapman (29), William Stokes 20 anos.

DATAS DOS PRIMEIROS "IRMÃOS"

DATAACONTECIMENTOS
1825John Vesey Parnell, sete outros homens e duas mulheres começaram a partir o pão em Bristol.
1826– Edward Cronin, Edward Wilson e um outro começaram a partir o pão em Dublin; o grupo cresceu para sete, incluindo duas irmãs.
– Groves inscreveu-se no Trinity College de Dublin.
– Groves contratou Henry Craik como seu tutor.
1827Groves sugeriu a Bellett que eles partissem o pão (J. N. Darby juntou-se mais tarde a este grupo).
1829– Os grupos de Cronin e Bellett fundiram-se.
– A família e amigos de Groves foram para Bagdá como missionários.
– George Müller conheceu Henry Craik; Craik baptizou Müller.
1830O grupo de Parnell e os grupos Cronin / Bellett fundiram-se.
1831Começaram as reuniões em Plymouth.
1831-1835Os Irmãos lutaram contra o pentecostalismo de Edward Irving, depois rejeitaram-no.
1832– Craik e Müller começaram a Capela Bethesda (Bristol).
– R. C. Chapman começou o seu trabalho em Barnstaple.
1834– A primeira revista dos Irmãos, O Testemunho Cristão, começou em Plymouth.
– Groves escreveu a Darby advertindo que a unidade dos Irmãos tinha sido mudada para um testemunho contra todos que diferiam deles.
– Müller e Craik fundaram a "Instituição do Conhecimento das Escrituras" que distribuiu milhões de partes das Escrituras e educou milhares de pessoas pobres.
– Müller abriu a primeira casa arrendada para órfãos (Nas casas de Müller milhares de crianças foram cuidadas).
1837A Capela Bethesda de Bristol tinha 400 membros.
1845– A congregação de Plymouth tinha 1.200 pessoas.
– Müller começou os planos para construir seus próprios prédios orfanatos.
1847Müller abriu seu primeiro prédio próprio para orfanato na Ashley Downs de Bristol.
1853Groves morreu na casa de Müller.
1859 Um reavivamento escocês e irlandês começou com dois jovens que foram inspirados pela leitura de um relatório de Müller sobre a provisão de Deus através de suas orações
1863– A Sala Merrion (3.000 lugares) foi construída em Dublin já que multidões vinham para ouvir J. Denham Smith pregar.
– 800 pessoas ouviram regularmente Chapman pregar em Barnstaple.
1866– Morte de Henry Craik.
– Os escritos de Darby causam a primeira controvérsia dos Exclusivistas.
1882Morte de J. N. Darby.
1898Morte de George Müller. Mais de 10.000 pessoas assistiram ao seu funeral.
1902Morte de Chapman. Toda a cidade de Barnstaple lamentou a sua partida.

Jabesmar Aguiar Guimarães

Online: www.irmaos.com | Texto em .PDF

» Secção História «