Assembleias de «Irmãos» em Portugal

História do Movimento de «Irmãos»

2.4. Beato (Lisboa)

Pequeno Resumo Histórico

«A Igreja de Santa Catarina (Lisboa) abriu este trabalho a 14 de Fevereiro de 1932. Eu e a minha esposa fomos os primeiros frutos, por meio do Ir. Dr. Luís R. Pereira, que, no fim de 5 anos, deixou a responsabilidade desta obra para cuidar do trabalho da Igreja de Vila Franca de Xira. Fiquei eu só como presbítero reconhecido (e nomeado pela Igreja de Sta Catarina), a 17 de Julho de 1934.

A 7 de Março de 1954 o Presbitáerio da Igreja de Santa Catarina concedeu-nos autonomia eclesiástica e financeira, constituindo-nos Igreja Local.

Durante os 28 anos de existência foram baptizados 120 crentes. Destes, até à data, saíram 54, por passamento, transferência para outras igrejas, abandono, exclusão disciplinar e dissidência. Há, presentemente, 66 membros, 13 dos quais foram baptizados a 15 de Setembro de 1960. Há ainda uns 10 decididos à prova, aguardando baptismo e uma assistência de 20 a 30 interessados.

Dos 18 jovens desta congregação, 10 estão a trabalhar em reuniões mensais da mocidade; com a cooperação dos jovens doutras igrejas, estão a agir em visitas aos Hospitais, falando e distribuindo literatura a crentes desviados; distribuição de literatura pelo bairro; evangelização por correspondência; e têm uma Biblioteca a iniciar.

Entre crentes e interessados há 30 jovens, graças a Deus ! Realizaram-se 6 casamentos e foram apresentadas 14 crianças. A Casa de Oração comporta 162 pessoas sentadas e 40 de pé.

Actualmente tem um modesto grupo coral com 24 membros. Modesto, porque nenhum sabe música; só têm vontade e dedicação. É o Irmão Jaime Rodrigues, da Igreja de Almada, que o dirige.

Temos tido grandes lutas e passado por dificuldades e tribulações, mas, em tudo, Deus nos tem dado a vitória, por Jesus Cristo ! – Carlos R. de Carvalho.»

Revista "Vida Abundante" Nº 2, Fevereiro de 1961

» Secção História «