Assembleias de «Irmãos» em Portugal

História do Movimento de «Irmãos»

3.5. Livraria Esperança

História da Livraria Esperança

Pelo ano de 1962, os obreiros e missionários Srs Eric Barker, Alfred Poland, Arnold Doolan eViriato Sobral tiveram algumas reuniões de trabalho, no sentido de criarem uma Comissão para a abertura de uma livraria evangélica na cidade do Porto. Naquele tempo não existia nenhuma livraria evangélica nesta cidade, embora houvessem irmãos que editassem e distribuíssem os seus livros por conta própria. Quem ainda se recorda dos bons livros de estudos em Mateus, Marcos, Hebreus, Pedro e Judas e Apocalipse, escritos por James Ingleby e traduzidos por José R. Couto; Cristo Amou a Igreja, por William MacDonald e traduzido por Viriato Sobral e outros editados por Arthur Ingleby e José I. Freire?

Assim chegou o dia 4 de Março de 1963 em que finalmente foi inaugurada a Livraria Esperança, na Rua de Cedofeita nº 618 da cidade do Porto.

Estiveram presentes 50 pessoas e as vendas desse dia atingiram 1.875$00! Bastante, para a época. Como despesas principais que esta Livraria passou a ter foram a renda de 1.300$00 e o ordenado a uma jovem no valor de 600$00 mensais. O contrato de arrendamento foi feito em nome de Viriato Sobral, por este irmão ser o único português e haver conveniência nossa. Também a D. Elsie lngleby, já viúva do irmão missionário Sr. Arthur lngleby, ofereceu-se para estar na Livraria, ajudando no bom andamento da mesma.

A Livraria Esperança bem cedo mereceu a confiança dos mais diversos obreiros e das diferentes igrejas, quer no nosso país, quer no estrangeiro, junto das comunidades dos emigrantes portugueses, assim como de um modo muito especial dos agora chamados países de expressão portuguesa. Várias obras foram editadas, umas traduzidas e outras escritas pelo irmão Arnold Doolan, muitas delas rapidamente se esgotaram, e que por serem de grande ajuda para os crentes e as igrejas, gostaríamos de poder voltar a reeditá-las.

Em Março de 1977 – catorze anos depois da inauguração – e devido à falta de saúde da D. Elsie, os irmãos responsáveis pela Livraria convidaram Carlos Alves para tomar a responsabilidade desta irmã. D. Elise, entretanto, foi para a sua terra, na Inglaterra, onde posteriormente foi chamada à presença do Senhor. Por este tempo o ordenado do empregado era já de 6.000$00 e a renda de 2.066$00 mensais.

Os anos foram passando e as despesas aumentando. Era também necessário que as vendas aumentassem. Este irmão começou a apresentar bancas de livros nos locais de baptismos, e noutras grandes concentrações de crentes, tais como, congressos, seminários, encontros de anciãos, aniversários de igrejas, acampamentos, etc.

Mais tarde os irmãos Eric Barker e Viriato Sobral foram também chamados à presença do Senhor, ficando assim a comissão fundadora reduzida a dois irmãos: Alfred Poland e Arnold Doolan. O primeiro, por ter de residir em Lisboa pouco apoio pode dar. Assim, a responsabilidade maior passou a ser assumida pelo segundo, com a dedicada cooperação de Carlos Alves.

O nosso bondoso Deus tem sido fiel em suprir todas as necessidades desta Sua obra. Todos os compromissos assumidos têm sido cumpridos, até hoje, e dentro dos prazos previamente estabelecidos, ainda que as despesas tenham aumentado vertiginosamente.

Para se fazer uma ligeira comparação, basta dizer que a renda actual é de 50.000$00 e o ordenado do empregado é de 60.000$00 mensais. Temos ainda outras despesas, como o telefone, luz, água, limpeza, cota para a associação dos comerciantes, seguros contra incêndio e acidentes de trabalho, Previdência e contribuição industrial.

Mesmo assim, o Senhor tem-nos concedido os meios para podermos editar o indispensável livro de Hinos e Cânticos, nas suas três modalidades: música e só letra, edição simples e de luxo, além de outros livros diversos, muito úteis e pugnando pela sã doutrina.

Temos mais de 40 títulos, de que a Livraria Esperança é editora, ou agente depositária, versando os mais diversos temas para crianças, jovens e adultos; altamente recomendáveis, quer na sua fidelidade à sã doutrina, quer no seu preço bastante acessível.

Além destes temos todos os bons livros provenientes das editoras nacionais e brasileiras, tais como, Bíblias de todos os tipos, comentários, dicionários, etc. Agradecemos a vossa imprescindível cooperação e oração. Muito obrigado – Carlos Alves.

Observação: Actualmente, devido às dificuldades enunciadas supra, a Livraria deixou a Rua de Cedofeita e encontra-se em Gulpilhares, no antigo salão da Congregação daquele lugar.

"Refrigério" Nº 40 – Dezembro de 1993

» Secção História «