Assembleias de «Irmãos» em Portugal

História do Movimento de «Irmãos»

I Retiro Nacional de Obreiros – Junho de 1967

Retiro Nacional de Obreiros em 1967"Obreiros, de tempo integral uns, presbíteros e pregadores que servem ao Senhor, sacrificialmente, nas horas livres, outros, nacionalidades, gerações e culturas diversas, todos unidos na tarefa comum de evangelizar.

Qual a plataforma que os reuniu? Para além do plano de actividades, que seria aliás muito útil, buscavam uma nova aproximação do Deus Vivo, e um estreitamento de relações, factores indispensáveis ao êxito seguro da obra. Procuravam receber, pois todos os dias repartem a Palavra, uma oportunidade de reflexão, de descanso. Pregando cada noite, ocupados sempre, unsm outros de ministério integral e precisando ainda de trabalhar para suprir o seu ministério, só por isso se justificava o seu retiro.

Damo-los à estampa para que as Igrejas os conheçam melhor, orem por eles, participem da suas lutas, fadigas e vitórias, e se habituem a estimulá-los, dever próprio do cristão recomendado reconhecidamente pela Escritura"

"In Vida Abundante", Julho-Agosto de 1967

II Retiro Nacional de Obreiros – Julho de 1968

Retiro Nacional de Obreiros em 1968Alguns dos participantes com as suas esposas e filhos.

De 18 a 20 de Julho de 1968 realizou-se no Centro Bíblico de Esmoriz o 2º Retiro Nacional de Obreiros e Anciãos das Assembleias do Norte, Centro e Sul. Infelizmente a representação da área de Lisboa foi reduzida.

Reuniram-se cerca de 30 irmãos, incluindo as esposas de alguns obreiros e outras irmãs que ajudaram no preparo das refeiçõeso que aliás fizeram com a maior solicitude e agrado.

O proveito espiritual obtido nos 3 dias de reuniões foi de muita valia, pois os assuntos tratados e expostos caracterizaram-se pela sua rara penetração e genuino poder persuaviso do Espírito do Senhor

Os estimados irmãos Srs. Alfred Poland e R. Molton, experimentados e provados servos do Senhor, foram inspirados a usar como tema central das suas considerações, "Mais do que vencedores no serviço". O Irmão Poland salientou o ensino de Paulo, especialmente na 2ª Carta aos Coríntios 2:17, destacando a importância e responsabilidade do servo do Senhor, cuja vida consagrada deve transparecer através da mensagem do Senhor. As figuras e personagens do V.T. de Daniel e Eliseu foram focadas pelo Irmão Molton em algumas das mais salientes narrativas bíblicas onde a coragem e fidelidade ao Senhor, dos referidos profetas, atingiu nota alta.

Retiro Nacional de Obreiros em 1968A hora da refeição proporcionou sempre um convívio alegre e útil.

Os colóquios após as sessões de manhã e da tarde, foram muito a propósito e os assuntos mencionados tiveram grande relevo em relação às várias assembleias, nomeadamente a necessidade de uma reunião das mensagens a apresentar em público, e a melhor maneira de serem bem entendidas e assinaladas pelos ouvintes. Também foi feita referência à não conformação com os costumes da época e isenção da parte dos crentes, neste sentido, a fim de evitar escândalos e críticas lamentáveis.

O ambiente neste encontro foi da melhor cordialidade cristã e a comunhão fraternal experimentada nas reuniões de oração em cada dormitório pelas 8 horas da manhã resultou em muita bênção e preparação para as reuniões que iam ter lugar durante o dia.

Em uma das sessões da tarde, o Irmão Dr. Samuel Faircloth, apresentou bom número de diapositivos sobre os princípios práticos e influentes da Evangelização em Profundidade que foram muito apreciados.

Fernando de Oliveira

"In Vida Abundante" Nº 93 e 94, Setembro-Outubro de 1968

III Retiro Nacional de Obreiros – 29/03 a 04/04 de 1970

Retiro Nacional de Obreiros em 1970«A foto ao lado não é uma dessas ilustração modernas ventriluquas na religião, nem o caso de um paralítico trazido por quatro. É o grupo de cerca de 35 participantes no III Retiro Nacional de Obreiros, incluindo as esposas e crianças de alguns obreiros, e o Irmão Carlos F. Alves, que em Dezembro sofreu um acidente e não quis deixar de aproveitar as grandes bênçãos desta hora. Teve de ser levado de uma sala para outra e pôde dizer "quão bom é habitar na casa do Senhor!"

O Retiro realizou-se no Centro Bíblico de Esmoriz e, segundo o testemunho de muitos, sofreu o ambiente mais alegre, franco e construtivo que nestes já se viveu. Música viva, lançou três novos hinos que fazem reviver!

O prelector principal foi o Sr. Reginald Squire, obreiro de uma poderosa Igreja de Dublin. Tratou dos temas: Moisés preparado para o Serviço, Josué Obediente e Vitorioso, O Corpo de Cristo e as Bem-Aventuranças, dum modo que muito impressionou.

Fizeram-se ainda três Colóquios sobre Maneiras Próprias de Comunicar o Evangelho no Século XX; Evangelização pela Igreja; Modos Eficazes de Evangelizar. Foi extraordinário ouvir o testemunho do Sr. Squire sobre as actividades evangelísticas da sua Igreja».

» Secção História «